Isabel II condecora chefe do departamento médico da Casa Real

Isabel II em Balmoral

Depois de no pretérito dia 20 de outubro Isabel II ter pretérito uma noite no Hospital King Edward VII, o médico que a acompanha recomendou-lhe sota, o que levou a rei a cancelar vários compromissos, uma vez que a visitante à Irlanda do Setentrião e a Glasgow, para a COP26, ou a participação no Remembrance Day, e suspender o trabalho presencial, regressando assim ao teletrabalho e às reuniões por videochamada.

Agora a rainha parece já ter retomado a sua vida normal. Na última semana condecorou o General Sir Nick Carter, teve uma reunião presencial com o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e assistiu ao batizado de dois dos seus bisnetos, August Philip e Lucas Philip, filhos da princesa Eugenie e de Zara Tindall, respetivamente.

Segundo a Casa Real, a rei condecorou também recentemente o seu médico, Professor Sir Huw Thomas, uma investidura que terá tido lugar no Fortaleza de Windsor. Thomas começou a trabalhar para a família real há vários anos e em 2005 foi nomeado médico da rainha. Mais tarde tornou-se chefe da troço médica da Casa real e é desde 2014 o médico pessoal de Isabel II, tendo assumido um papel de destaque nos últimos tempos, em que os britânicos temeram pela fragilidade da saúde da rei.

De pacto com a prelo estrangeira, foi Sir Huw Thomas quem recomendou sota à rainha no mês pretérito. O Express refere que Thomas integrou a equipa médica que apoiou Kate depois do parto do príncipe Louis, em 2018, e que foi ele o responsável por confirmar a razão de morte do duque de Edimburgo, em abril deste ano.  

Sir Huw Thomas já tinha sido nomeado cavaleiro comandante da Real Ordem Vitoriana no início deste ano, mas a investidura ainda não tinha sucedido.

 

Pode também gostar de ler…

Link da fonte