Douro: Explorar o enoturismo no verão

A estação estival também é sinónimo de dias no campo e Natureza, e zero melhor do que o Douro para usufruir de umas férias sozinho, a dois ou em família, numa viagem entre vinhas, quintas e provas de vinhos em quatro propriedades com as mais belas paisagens. A Quinta de Santa Teresa, em Baião, tem quatro programas, visitas e provas especiais, que vão desde os 15 aos 50 euros por pessoa, e ainda a oportunidade de desvendar os jardins e mata do espaço, que dá origem aos vinhos Uno e Solilóquio. Com uma visão contemporânea do turismo no Douro, a Wine&Soul, no Pinhão, oferece uma experiência de degustação com provas comentadas, que variam entre os 30 e os 150 euros.
Enquanto a Quinta do Pessegueiro, em São João da Pesqueira, dá a saber um novo programa de enoturismo, dividido em três modalidades – Visitante Clássica, Douro e Prestígio –, que varia entre os 15 e os 35 euros por pessoa, e é complementado com uma viagem pela história da propriedade. A Quinta das Murças, o projeto do Esporão entre a Régua e o Pinhão, alia a tradição duriense de grande charme a uma magnífica morada onde dormir. Ali não faltam momentos de lazer para se manter ativo, uma vez que mergulhos na piscina, passeios de paquete no rio, trilhos, espaços para piqueniques e idas à horto.

Link da fonte

Deixe uma resposta