La Tagliatella: cozinha italiana em doses perfeitas para partilhar



Esta segunda-feira, dia 25, comemora-se o Dia Mundial da Tamanho. Ocasião perfeita para relatar a visitante recente que fiz ao mais recente restaurante La Tagliatella em Portugal. É que depois do Parque das Nações, do Campo Pequeno e de Santos, chegou a vez de Cascais receber as sugestões de cozinha italiana desta marca.

O número 40 da Rua Doutora Iracy Doyle tornou-se, desde o dia 14 de setembro, um espaço devotado à cozinha italiana, mais concretamente em receitas típicas das regiões do setentrião e noroeste de Itália, uma vez que Piemonte, Ligúria e Emília-Romanha. Logo na ingressão a receção é feita num envolvente que combina tradição e modernidade, graças a uma decoração atenta aos detalhes, convidativa e elegante.

Ao percorrer a missiva, percebe-se que leste é um espaço com sugestões para todos os gostos. De pizzas a massas, saladas e até pratos de mesocarpo, o difícil é escolher. Por isso mesmo arriscamos nas sugestões do empregado de mesa que nos atende.

Para encetar, é servida uma sangría, La Speciale di Prosecco (19.40 euros por 1 litro), especialidade da mansão, fresca e gulodice, que ajuda a esperar pelos primeiros pratos. Chega o Pane de La Tagliatella (1.85 euros), um pão feito com tomate, azeitonas e cebola. De seguida, é impossível não deliciar com uma fresca burrata (11,95 euros) e um delicioso Fondente de queijo com coquetel de tomates (11.45 euros).

Três pratos iniciais que deixam logo perceber vários pontos sobre o Tagliatella: os produtos são frescos, as confeções deliciosas e as doses muito generosas. Tanto que a vontade é de pedir um pouco de cada opção, partilhar com quem nos acompanha e deliciar-nos com várias opções desta ementa. 



Quanto aos pratos principais, destaco as pizzas, feitas com tamanho fina, e cujos preços variam entre os 11.95 e os 13.10 euros. Provei a Tartufi e funghi, feita com cogumelos, creme de trufa preta e queijos (um prato que terei de repetir!). 

Nas pastas é dada alguma originalidade ao cliente, que pode escolher entre o estilo de massas e o molho a escoltar, com os preços a variarem entre os 14.65 e os 16.05 euros. Experimentei o tortellone caprese, recheado com mozzarela, tomate e manjericão, que combinou perfeitamente com um molho alla norma, feito à base de tomate. 

Ficámos a saber que a lasanha tradicional (13.80 euros) é um dos pratos mais pedidos. Uma especialidade que terá de permanecer para uma próxima visitante. Já os risottos também fazem sucesso, principalmente o ibérico (15.40 euros), que vai ao encontro do sabor dos portugueses por enchidos. 

No final, a missiva das sobremas é apresentada e mostra-se muito convidativa. O tiramisú (5.80 euros) é feito no próprio restaurante e o cioccofondente (5.90 euros) é uma das iguarias mais pedidas pelos clientes na hora de dar por terminada a repasto.

João Almeida, country manager La Tagliatella Portugal, explica que furar um restaurante em Cascais “era uma prioridade”: “Pelo local e pelos clientes da zona, pois muitos já iam a Lisboa. Perguntavam-nos quando vínhamos para a Linha”. A introdução deste espaço estava prevista ocorrer em 2020, mas a pandemia atrasou leste libido, que se concretizou agora. O responsável pela marca conta que o libido é levar La Tagliatella a crescer ainda mais em Portugal, estando já em vista a introdução de novos espaços noutros locais. 

Além do restaurante, existem também as opções delivery, com o La Tagliatella a encontrar-se nas atuais plataformas de distribuição. 

Mais informações:

Morada: Rua Doutora Iracy Doyle 40A, Cascais
Horário: Domingo a 5ªf – das 12h às 16h; das 19h às 23h | 6ªf e Sábado – das 12h às 16h; das 19h às 24h
Contacto para reservas: 214 846 056 | www.latagliatella.pt

Link da fonte