Como recuperar o foco após fugir à rotina alimentar

Fazer dieta não é uma experiência standard. Ou seja, por diferentes motivos, cada pessoa terá as suas conquistas – e derrotas – em tempos diferentes e não há problema nenhum nisso. O mais importante é manter o foco e recordar-se dos motivos que a levaram a querer viver de forma plena, ligeiro e saudável. 

Dito isto, é perfeitamente normal transpor dos eixos. A vida acontece e é geral que, ocasionalmente, dê por si a consumir mais do que deveria. O que faz a diferença não é tanto o que come, mas sim uma vez que lida com isso no dia seguinte. Em vez de dar espaço a julgamentos, sentimentos de culpa ou desânimo, aproveite oriente momento para se (re)lembrar das suas motivações.

Cá ficam seis truques para que cada imprevisto não se transforme num bicho-de-sete-cabeças.

Em primeiro lugar, relaxe

Basta colocar as coisas em perspetiva. Uma pessoa precisa de ingerir 3500 calorias para lucrar um quilo de gordura. Um contentamento não planeado – uma fatia de bolo, batatas fritas ou uma repasto mais ‘composta’ – provavelmente não fará uma grande diferença na balança. 

“Chamamos a isto ‘fazer intervalos’ e todos o fazemos”, diz a consultora de nutrição Rebecca Reeves ao site WebMD. “Ninguém é perfeito nos hábitos alimentares. O que temos de aprender é que estamos a dar-nos permissão para fazermos isto e, logo que finalizar, devemos voltar ao projecto alimentar que seguimos normalmente“.

Não desista

“Quando cometer excessos, não seja autodepreciativa”, aconselha a nutricionista e preparadora física Kathleen M. Laquale, acrescentando que demasiadas pessoas atiram a toalha depois de um deslize. “Comeu demasiado num dia, agora, vamos voltar aos eixos novamente. Que sejamos mais conscientes da nossa ingestão de porções no dia seguinte”.

Reduza, mas não exagere

Não tente recompensar o consumo de calorias extra ao saltar refeições no dia seguinte. Isto só nos faz passar miséria. Em vez disso, reduza a ingestão ao longo do dia através de uma série de pequenas refeições com muitas frutas e vegetais. O cocuruto texto de fibrilha ajudará a gerar uma sensação de saciedade, afirma a nutricionista Joan Salge Blake. A profissional deixa conselhos específicos para que o dia seguinte corra da melhor forma:

  • Espere até ter miséria. Depois, coma um pequeno-almoço ligeiro uma vez que, por exemplo, uma taça de iogurte com reles texto de gordura e frutos vermelhos;
  • A meio da manhã, coma uma peça de fruta ou tapume de 30 gramas de queijo com reles texto de gordura; 
  • O almoço deve ser uma salada com uma proteína magra (peixe, frango, etc.) ou uma pita com alface e atum ou peru;
  • Quanto ao lanche da tarde, aposte numa sopa de vegetais e numa laranja;
  • Por término, um bom jantar seria uma posta de peixe acompanhada de muitos vegetais.

Evite a balança

Depois de um ‘banquete’, é normal que pese mais. Isto não acontece porque ganhou volume gorda, mas sim por conta da retenção de chuva – é o que acontece quando consumimos víveres com muito sal. Assim sendo, não se pese. A Dra. Blake aconselha os pacientes a pesarem-se às sextas-feiras, quando é mais provável que tenham um peso mais reles, uma vez que as pessoas tendem a cometer mais exageros nos fins de semana.

Mantenha a sua rotina de treino

Fazer treino é sempre uma boa teoria, mas não fique à margem da exaustão na tentativa de queimar todas as calorias extra que consumiu. “Se exagerar na carga, poderá lesionar um músculo ou um ligamento. E se isso acontecer, não poderá treinar”, explica a a nutricionista e preparadora física Kathleen M. Laquale.

Monitorize o que come

Estabeleça um limite de calorias diárias numa emprego, uma vez que o MyFitnessPal, registe aquilo que ingere. Leste passo é muito importante no sentido de ajudar a tomar consciência daquilo que come. “Tem de estar consciente sempre que a sua mão vai do prato para a sua boca”, diz o Dr. Allen Dollar, professor assistente de medicina na Universidade de Emory, em Atlanta, nos Estados Unidos.



Link da fonte