A felicidade é já aqui!

Quem viaja com crianças sabe muito o que é ter de responder à pergunta, de dois em dois minutos, “falta muito, falta muito?”. Por isso, naquela manhã de outono, foi revigorante poder simplesmente responder com uma previsão aquém dos 30 minutos. Até as crianças ficaram surpreendidas, recolhendo os protestos que já estavam a caminho. 

Para quem mora em Lisboa, uma escapadinha em família que não obrigue a muitos quilómetros e que permita também evadir à ponte 25 de abril é um luxo a não menosprezar, principalmente quando se tem exclusivamente o término de semana. O Praia do Sal Resort fica em Alcochete, a poucos km de Lisboa, mas transporta-nos involuntariamente para um outro mundo, longe do rebuliço da capital. A vila, com a sua paisagem pitoresca à beirada rio, só por si já evoca tranquilidade, e do núcleo bastam 10 minutos a pé para obter o empreendimento junto à Praia dos Moinhos. 

O Praia do Sal Resort, com os seus módulos de apartamentos cor de areia e piscina infinita, que visualmente esbate fronteiras com o rio, enquadra-se genialmente na paisagem. É num muito decorado T2 (também há T0, T1 e T3) que nos preparamos para recarregar baterias e, embora estejamos em família, há espaço (e tempo!) de sobra para todos.

Airosamente a mãe até consegue evadir para um dos tratamentos de assinatura do SPA –  a Massagem dos Moinhos, com óleos essenciais e de arroz – ajuda a tirar-lhe o peso da semana dos ombros e a encarar o término de semana com um estado de espírito mais ligeiro. Na piscina reencontra a família, que já se tinha aventurado num banho de rio – o Resort dispõe de um chegada direto e protegido por código à praia -, todos são unânimes a confirmar a temperatura simpática da chuva. 

A tarde é de outono mas a temperatura é de verão. A única diferença é que os dias são mais curtos e arrefece mais cedo, e por isso ao final da tarde decidimos visitar a piscina interno aquecida (que requer marcação prévia). A caminho passamos pelo ginásio, que ignoro deliberadamente, mesmo sabendo que o jantar vai ser duro para a risco. 

O restaurante Omaggio está praticamente referto – pelo menos duas mesas são ocupadas por grupos de mulheres bem-dispostas em modo de despedida de solteira – , lá fora é um DJ que garante uma música envolvente animada. E não são só os miúdos que estão ansiosos pela repasto, os adultos também são fãs da gastronomia italiana: uma burrata artesanal e umas bolinhas de risotto com queijo e fumados italianos só para início de conversa… Seguem-se pizzas para todos (e para todos os gostos), a dos pais acompanhadas por uma sangria de espumante fresquinha, e o jantar termina tão muito quanto começou, pois é claro que nunca se diz que não a uma boa sobremesa. Difícil é mesmo escolher!

De volta à nossa moradia temporária, juntamo-nos na varanda sob um firmamento estrelado. Do outro lado do Tejo, os pontos de luz remetem-nos para uma outra galáxia. A nossa ‘outra vida’ segue dentro de momentos…

Link da fonte