20 truques para sobreviver a uma escola nova

Todas as mudanças são um bocadinho difíceis. Por isso, é compreensível que te sintas extravagante, um bocadinho assustado até, e com saudades dos teus antigos colegas. Aliás, vais ter de te habituar a um novo espaço e meter conversa com miúdos que nunca viste… Mas tenta ser paciente e otimista: as coisas boas demoram qualquer tempo a ocorrer.

1.Tem crédito em ti

Tu és uma pessoa simpática, divertida e interessante. Se te sentires positivo das tuas qualidades, mais facilmente os outros se aproximarão de ti. A crédito transmite-se, é uma vez que uma robustez que surge dentro de nós e que irradia ao nosso volta.

2. Aproxima-te dos outros novatos

Se não conheces ninguém na escola, mete conversa com os colegas de turma que estão na mesma situação. Assim, fica mais fácil para todos e podem apoiar-se, tirar dúvidas… E quem sabe perderem-se juntos a caminho do refeitório!

3. Arranja um pretexto

Quando nos sentimos nervosos, não sabemos uma vez que estar nem sobre o que conversar. Levar um livro de BD de que gostes, a revista VISÃO Júnior, um jogo ou o telemóvel ajuda a manter as mãos ocupadas e pode dar início a uma conversa animada.

4. Explora 
a escola

Numa escola nova, é fácil perdermo-nos. Para que isso não aconteça, desenha um planta com os sítios mais importantes – refeitório, livraria, ginásio, WC, salas – mete-o no bolso. Assim, evitas marchar às voltas uma vez que uma barata tonta e chegares moroso às aulas.

5. Não tenhas pressa

Chegar sempre em cima da hora ou trespassar a percorrer quando as aulas terminam, porque tens pânico de permanecer sozinho, é má teoria. É nesses momentos, quando ainda não chegou toda a gente ou muitos já se foram embora, que, em pequenos grupos, se começam boas conversas. Quem sabe se não arranjas uma companhia para ir para a escola?

Meter conversa com outros alunos novos é uma boa estratégia quando não se conhece ninguém na escola.

Crédito: Marcos Borga

6. Faz o teu melhor sorriso

A simpatia é a melhor «arma» quando se trata de fazer novos amigos. Tenta sorrir. Pode parecer estranho, mas ao sorrirmos ficamos naturalmente mais relaxados.

7. Procura informação

Tanta novidade enerva qualquer um! É por isso que quanto mais muito prestes estiveres, mais fácil será integrares-te na nova escola. Fala com alguém que lá tenha trilhado, vai à secretaria antes do início das aulas para tirares as tuas dúvidas e lê o regulamento para te informares sobre uma vez que tudo funciona: o que podes e não podes fazer, e quais são os teus direitos uma vez que aluno.

8. Começa do zero

Quando mudamos de cidade ou de escola, uma das vantagens de não conheceres ninguém é que também não te conhecem! Se, antes, os teus colegas diziam que eras o «tímido», o «queixinhas» ou o «palhaço» da turma, agora, não tens «rótulos». Podes iniciar do zero e trabalhar a tua reputação

9. Não te escondas

Quando somos novos num lugar, temos tendência para nos encostarmos a um quina ou para escolhermos uma mesa ao fundo da sala. Só vais isolar-te mais. Procura um lugar a meio da sala, para veres o que se passa à tua volta, e tenta sentar-te ao lado de alguém. Isso revela que estás com vontade de falar com os outros.

10. Dá o primeiro passo

Sim, nós sabemos que não é fácil meter conversa, mas tens de ser corajoso. Tenta perceber quem tem um ar simpático. Esses são os teus «alvos»! Podes iniciar por expor olá e por te apresentares ou fazes perguntas simples sobre eles: se são novos na escola, se vivem perto… Se tudo percorrer muito, convida-os para dar uma volta e conhecerem juntos a escola.

Entrar numa escola nova não é necessariamente fácil, mas tu tens tudo o que é preciso para ultrapassar oriente repto.

Crédito: Marcos Borga

12. Sê genuíno

Evidente que queres suscitar boa sentimento, mas não vale a pena «inventar». Para quê expor que atravessaste o País de bicicleta ou que eras o melhor aluno da tua antiga escola? 
A verdade vem sempre ao de cima, por isso, mais vale seres proveniente. Tu vales por aquilo que és: uma pessoa única com histórias
 fixes (e verdadeiras) para racontar!

13. Presta atenção aos teus gestos

O teu corpo também «fala» e inspira simpatia. Durante uma conversa, tenta olhar nos olhos do teu colega, em vez de olhar para o soalho; bracear que sim com a cabeça, para mostrar que compreendes o que ele diz, e endireitar-te, em vez de ficares todo encolhido.

17. Escolhe 
os teus aliados

Os alunos mais velhos às vezes gostam de se meter com os novatos. Se nessa escola também marchar um vizinho teu ou o irmão mais velho de um colega, aproxima-te dele. Se não tiveres essa sorte, pede ajuda 
a um professor que aches simpático ou ao diretor de turma.

15. Procura 
a tua ‘tribo’

Tenta perceber, através da roupa que usam e dos assuntos que discutem nos intervalos, quem tem mais que ver contigo, quem poderá ser a tua «tribo».

18. Faz-te ouvir

Usar um megafone e marchar pela escola aos gritos não são boas ideias, mas quando conversares com alguém, tenta usar um tom de voz firme que se ouça muito. Isso revela que és positivo.

Procura a tua tribo. Tenta perceber quem poderá ter mais a ver contigo.

Crédito: Marcos Borga

16. Evita confusões

Para provarmos que somos valentões ou para sermos aceites num grupo, acabamos por fazer asneiras ou até por gozar com outros colegas. 
Não é boa teoria: não gostarias 
que te fizessem o mesmo e podes meter-te em problemas.

11. Usa roupa que te faça sentir muito

Quando nos sentimos bonitos ou elegantes, ficamos mais descontraídos. Se a tua mãe insiste em que leves uma camisa, mas tu sentes-te muito é com aquela t-shirt do Star Wars, não vás na conversa dela! Todavia, se não queres ter todos 
os olhos postos em ti, tenta não exagerar no visual.

14. Participa nas aulas

Caladinho, com pânico de expor asneiras? Inexacto! Participa nas aulas, respondendo aos professores e dando opiniões. Não é preciso estar sempre de braço no ar e interromper os colegas, mas se participares, vais suscitar boa sentimento nos professores e mostrar o que vales aos teus colegas.

19. Inscreve-te numa equipa 
ou num clube

É uma boa maneira de fazer amigos. Se gostas de desporto, que tal a equipa de basquetebol ou de atletismo? O xadrez é a tua «cena»? Força! És do género artístico? Inscreve-te no grupo de teatro ou no clube de leitura. O que importa é que vais conviver com miúdos que têm interesses semelhantes aos teus.

20. Mantém a calma

Se seguires as nossas dicas (ou, pelo menos, algumas), de certeza que os teus primeiros dias na escola vão ser mais fáceis. Ainda assim, se te sentires muito nervoso, porque tudo parece percorrer mal, vai ao WC, senta-te, respira vagarosamente − a expiração deve ser mais longa do que a inspiração − e tenta pensar em coisas bonitas. Pode ser um lugar onde te sintas muito ou os momentos das férias em que te divertiste. Se precisares, liga a um colega para desafogar ou pede conselhos aos teus pais.

Gostaste? lê também o nosso item sobre uma vez que preparar o revinda às aulas em vivenda e oriente sobre todas as regras relacionadas com as medidas de prevenção da covid-19 nas escolas.

Link da fonte